10 Dicas Para Você Sobreviver Como Um Bolsista

0 356

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Ter a oportunidade de fazer uma graduação e/ou pós-graduação (mestrado ou doutorado) no Brasil é realmente uma dádiva para poucos. Nessa terra em que a Educação não é prioridade e que a cada ano se cortam mais os investimentos1, nos levam a pensar qual o caminho estamos tomando e ver nitidamente a desvalorização dos profissionais dessa área.

Os órgãos de fomento CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) financiam juntos mais de 126 mil bolsas envolvendo iniciação científica, mestrado e doutorado. As bolsas de estudos estão sem reajuste desde abril de 2013 e não há, nem de longe nenhuma perspectiva de aumento2,3.

Os alunos bolsistas têm que fazer malabarismos para se manterem ao longo dos 24 ou 48 meses, visto que as contas do aluguel, luz, internet, água, alimentação e transporte estão todo mês, sagradamente e pontualmente batendo a porta. E essas sim, sempre têm reajustes!

Mas então, como é possível sobreviver com um auxílio tão pequeno?

Passei por isso e venho trazer nesse post, algumas dicas para sua sobrevivência como bolsista.

1- More em república ou divida a casa com outra pessoa.

Morando com outras pessoas, os gastos com a casa ficam mais suaves e ainda surge a oportunidade de fazer novas amizades.

2- More perto da universidade.

Procure repúblicas perto do campus, pois facilita e muito o seu deslocamento casa/universidade.

3- Ande de bicicleta ou a pé.

Se o item 2 não for possível por alguma razão, pense seriamente em fazer o seu trajeto de outra maneira. Bike, skate, caronas e andar a pé são algumas das opções, usando algum desses meios, você não terá despesas conseguirá economizar um bom dinheiro.

4- Almoce e jante no restaurante universitário ou leve a sua própria comida.

Sim eu sei que nem sempre a comida do restaurante universitário é atrativa, mas se colocar na ponta do lápis, comer fora leva embora da sua carteira uma boa grana. Leve sua própria comidinha e faça parte do time #marmiteiros. Dessa forma você também evita comer bobagens caras (lanches, refrigerante) e pouco nutritivas.

5- Busque os supermercados com promoções.

Normalmente os supermercados têm dia disso e dia daquilo durante a semana. Se programe para ir fazer compra exatamente nesses dias. Uma boa dica também é fim de feira, onde as frutas, verduras e legumes estão às vezes, até 50% mais baratos que no início delas. E compre apenas o necessário. Evite desperdícios!

6- Tenha uma renda extra.

Dar aula particular/cursinho, trabalhar em eventos de casamento/formatura, vender produtos artesanais (trufas, cookies, bolos) ou ser revendedora de produtos de beleza (Natura, Avon, Hinode) são algumas das possibilidades para ajudar nas finanças.

7- Economize o máximo que puder.

Os “rolês” em baladinhas e barzinhos devem ser muito bem pensados para não comprometer a sua sobrevivência financeira e não entrar no vermelho do cartão de crédito. Troque-os por programas free.

8- Compre à vista (esqueça que a função crédito existe).

Quando você paga suas contas à vista, é possível ver quanto se está gastando e quanto ainda se tem em conta. Isso evita sustos no final do mês e situações de desespero, contando os dias para cair a bolsa do próximo mês na sua conta.

9- Programe o vencimento de suas contas.

Com tantos afazeres da vida acadêmica, às vezes, nos perdemos com tantas atividades e prazos, que acabamos esquecendo de pagar as contas na data certa. E aí lá vem ele, os juros! Então para evitá-lo, marque suas contas em datas próximas.

10- Elimine o consumismo da sua vida.

Evite seguir páginas de produtos interessantes (acessórios, roupas, sapatos, viagens), pois se você não vê, não te desperta a vontade de comprar. Não se deixe influenciar pela mídia. É uma boa fase da vida para praticar o minimalismo. Pense nisso…

Às vezes, fazemos tudo isso e mais um pouco e, ainda ficamos no sufoco financeiro. Mas como nos disse um famoso filósofo grego: “A partir de um certo ponto, o dinheiro deixa de ser o objetivo. O interessante é o jogo”. Então, foco no jogo, “keep calm and play the game”, aproveite o máximo a sua graduação/pós-graduação e tenha certeza que essa situação tem data marcada para acabar. Seja firme, não desista e boas economias pra você!

Referências:

  1. Ana Carolina Moreno, G1 em https://g1.globo.com/educacao/noticia/2018/08/02/apos-repercussao-negativa-a-possibilidade-de-cortes-na-capes-ministros-marcam-reuniao-para-discutir-o-orcamento-de-2019.ghtml.
  1. Cláudio Ferreira, Agência Câmara Notícias em http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/CIENCIA-E-TECNOLOGIA/536603-GOVERNO-ADMITE-QUE-BOLSAS-DE-PESQUISADORES-NAO-DEVEM-TER-REAJUSTE-ATE-2019.html.
  1. Cristiano Junta, Associação Nacional de Pós-Graduandos em http://www.anpg.org.br/quando-serao-reajustadas-as-bolsas/.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.