O Que Preciso Saber Para Abrir Uma Startup?

0 242

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Nessa nova era de inovação e negócios cada vez mais sustentáveis e conectados com as necessidades da humanidade, o termo startup está ganhando cada vez mais destaque. Não é por acaso que grandes empresas estão atuando como parceiros de negócio desses empreendimentos.

O que é uma startup?

Segundo a Associação Brasileira de Startups (ABS), “são empresas em fase inicial que desenvolvem produtos ou serviços inovadores, com potencial de rápido de crescimento.”

Uma startup precisa apresentar uma proposta inovadora (serviço ou produto) com algum aspecto novo comparado ao que já existe e/ou melhorar algum aspecto do que já está lançado no mercado; e ser escalável, isto é, poder rapidamente, atingir um grande volume de usuários com custo baixo e em qualquer lugar.

Confira também este post sobre Lean startup

Sua ideia pode até ser boa, mas alguém está disposto a pagar por ela?

Quando participei do processo de Founder da Udacity Brasil, um dos mentores nos pediu para explicar nossas ideias de inovação, o que estávamos pensando em desenvolver. Lembro de ouvir um colega de turma mencionar que sua solução seria um aplicativo, uma plataforma que faria o pagamento dos tickets de mesa de restaurante pelo celular, ao invés de chamar o garçom na mesa ou fazer o pagamento no balcão.

A resposta do mentor foi categórica: Qual a “dor real” do seu cliente? Realmente seria uma dor ou problema o cliente chamar o garçom e fazer o pagamento? O cliente estaria disposto a pagar por isso? Com isso, ficou muito claro que para abrir uma startup ter apenas uma boa ideia não é suficiente, é necessário apresentar uma solução que agrega valor para o cliente e que ele esteja disposto a pagar por ela.

Com base na minha experiência e estudos sobre o assunto, vou compartilhar aqui pontos importantes que você precisa saber, caso tenha interesse em abrir uma startup. Listei os cinco mais relevantes, que são:

  • Planejamento e modelo de negócio

Uma startup não se diferencia de uma empresa convencional quando falamos de planejamento. Em todo negócio é necessário planejar, você não precisa ficar preso a ele, visto que o modelo é rápido, flexível e escalável. É através do planejamento que você poderá compreender os riscos, ter clareza dos principais aspectos do seu negócio: clientes, fornecedores, concorrentes, objetivos, metas etc.

Uma outra ferramenta indispensável para estruturar, desenhar o seu negócio (segmento, parceiros, clientes, entre outros) e avaliar o grau de viabilidade da sua ideia é o Business Model Canvas.

  • Analisar a oferta, demanda e concorrência

Antes de qualquer coisa, você precisa descobrir se efetivamente, a sua solução é essencial para o seu cliente potencial. Então, a dica é: observe se já existem soluções semelhantes no mercado, quais são seus pontos de fraqueza e tente adequar sua ideia aprimorando os pontos fracos que seu concorrente apresenta. A partir de um ideia inicial é possível ir construindo um conceito de produto ou serviço e determinar quais benefícios ela trará para o mercado.

  • Se for necessário, mude o rumo

Um termo bastante usado no mundo das startups é a “pivotagem ou pivotar”, que significa mudar o rumo do seu negócio por não ter tido o resultado esperado com base em alguma experiência. Como por exemplo: A pesquisa com o cliente potencial identificou que a demanda não está sendo atendida pelo produto ou serviço ofertado; ou após analisar pontos críticos do negócio, identificar algum aspecto que o torna inviável.

  • Utilizar o modelo MVP

O mínimo produto viável (MVP) te ajuda a criar um projeto por fases. Utilizando esse modelo, você começa com uma versão simples do produto ou serviço que atenda o seu público, investe pouco, testa o nível de aceitação da solução ofertada, altera sua plataforma e/ou ideia considerando a demanda que o cliente apresenta, a partir dos feedbacks da fase piloto.

  • Participar de eventos e amplie sua rede de contatos

Se você tem interesse por startups e quer fazer networking, a dica é que você participe do Startup Weekend. O SW é um evento de 54 horas que tem como objetivo conectar pessoas ao universo de startups. Mais do que criar startups de sucesso, o propósito real de um Startup Weekend é criar conexões, oferecer durante um fim de semana intenso e um “empurrão” para o empreendedorismo digital.

Além de participar de eventos, outra forma de ampliar sua rede de contatos é frequentar escritórios de coworking e incubadores. Esses lugares são muito favoráveis para trocar experiências, discutir e apresentar ideias, conseguir sócios etc.

E você, já tem uma ideia? Pensa em abrir uma startup ou já teve uma? Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre o assunto?

Conta aqui para gente, deixando sua opinião nos comentários. ???

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.