Novo Mindset, Novos Resultados

Google

Muitos pensam que o caminho mais seguro para virar um bilionário é se formando em Engenharia, Negócios ou algum outro curso tradicional, não é ? Mas tenho uma notícia para você: a melhor opção pode ser não ter nenhum diploma.

De acordo com o levantamento divulgado em março de 2015, do site Approved Index (http://blog.approvedindex.co.uk/2015/03/25/degree-will-make-rich/), que assessora empresas em operações de B2B, mostrou que 32% dos bilionários do mundo não têm nível superior e isso, coloca a categoria “Sem graduação” no primeiro lugar do ranking. Em segundo aparece Engenharia, área em que 22% dos bilionários são formados. E a formação em “Negócios” que inclui os cursos de Administração é a terceira com 12%.

Não, não se assuste e nem se engane com esses dados. Os bilionários estudam sim e estudam muito. A diferença é que eles aprendem de uma forma diferente e a "faculdade" deles é outra. O caminho que eles percorrem até se "graduarem" é cheio de obstáculos, leituras e principalmente muito trabalho.

No geral, após conversar com alguns grandes CEOs, notei que eles são pessoas que trabalham mais e também leem muitos livros relacionados a áreas de gestão (reservam no mínimo uma hora de seu dia para leitura), possuem uma metodologia eficaz de gestão do tempo. Enquanto dirigem, ouvem audiolivros no carro. Utilizam apps para melhoria de produtividade e a maioria deles não assistem TV.

Esses autodidatas têm uma visão de mundo acima da média, algo que pode ser considerado assustador ou anormal na visão "comum", mas que faz muito sentido e traz bastante resultados.

Você também pode ser como eles. Tudo é questão de hábito e de mudar a visão do seu mundo, ou se preferir, a famosa "mudança de mindset".

Mas e aí, o que você pode fazer para mudar seu Mindset? Seguem algumas dicas:

Abra sua mente: Aprenda e estude sobre as pessoas bem-sucedidas. Não seria bacana aprender a investir tendo Warren Buffett como mentor? Aprender a empreender com o Flávio Augusto? Você pode! Basta apenas você pesquisar a história de vida deles e o que eles fizeram para chegar ao topo. Também vale a pena ficar atento as indicações que são feitas por pessoas que você admira seja qual for o campo da sua vida que você quer melhorar (finanças, saúde, esporte, família, etc).

Prepare-se: Não tenha nada na sua vida como verdade absoluta e não siga o senso comum. Seguindo o senso comum você chegará onde pessoas comuns chegam. Aprenda o "pulo do gato" que fizeram e fazem pessoas de sucesso. Se você ler um artigo de finanças dizendo que alugar uma casa é muitas vezes melhor do que comprar uma, não critique, leia o artigo e antes de julgar, entenda o artigo, leia opiniões diferentes da sua e se questione sempre.

Existem canais interessantes como o "Foras de Série" no YouTube, que possui diversas entrevistas com grandes empreendedores e serve como fonte de aprendizado.

Finanças pessoais: Aprenda a cuidar do seu dinheiro. Um bom caminho para mudar de vida é olhar para sua saúde financeira. Saiba o quanto entra, o quanto sai, quais são suas dívidas e a sua duração. Anote tudo. Existem diversas formas de fazer isso, desde anotar num papel de pão, criar um arquivo Excel ou usar um app (existem diversos apps bons no mercado, exemplos: Guia Bolso, Dinheirama, Organizze - Eu particularmente, utilizo o Organizze), entre diversas outras. Leia alguns livros de especialistas em finanças, isso vai mudar e muito sua relação com o dinheiro (lembre de manter a mente aberta) e assista vídeos no YouTube (canais como do Gustavo Cerbasi, Dinheirama e o Me Poupe são grandes exemplos). Essa é uma forma barata ou até mesmo gratuita (no caso dos vídeos) e muito eficaz para ter um relacionamento melhor com seu dinheiro.

Lembre-se: aqui no Brasil a escola não nos ensina a lidar com nosso dinheiro e isso geralmente, é ensinado pelos nossos pais e de nós para nossos filhos. Ter conhecimento do que os especialistas da área defendem e opiniões de quem atingiu uma vida financeira equilibirada é muito importante para colocar em prática na sua vida.

E você? Está aproveitando os juros “gordos” do Brasil ou está sofrendo com a crise? Como diria o grande Gustavo Cerbasi: "enriquecer é uma questão de escolha". Depois de ter todas as suas despesas organizadas, outro passo muito importante é acompanhar seu progresso.

Produtividade: Gerencie muito bem o seu tempo. Às vezes, sentimos que 24h não são suficientes para as tarefas do trabalho, para a devida atenção à esposa, aos filhos, ao tempo para cuidar de si mesmo e  das atividades físicas. Ou seja, saiba estabelecer prioridades, pois assim como nós, os bilionários também têm 24h por dia.

Não, eu não vou criticar quem joga Pokémon Go ou quem assiste futebol na TV. A questão aqui é que o seu tempo tem de ser controlado, tem de ser regrado, deve existir disciplina. Vamos aos exemplos?

1) Quem você acredita que tem o dia mais produtivo: Uma pessoa que acorda sempre atrasada ou quem está sempre meia hora adiantada?

2) Quem irá se desenvolver mais: Quem lê ou quem segue uma rotina de estudos (quando falo estudo pode ser em casa) ou quem assiste futebol todo santo dia?

3) Quem terá mais saúde: Aquele que segue uma rotina de treinos e uma dieta balanceada ou aquele que é sedentário e não faz nenhuma dieta ?

Você não precisa se livrar de tudo que gosta, você só precisa se equilibrar e ter disciplina. Adquira o hábito de ler 30 minutos por dia por exemplo e siga isso por um tempo até isso se tornar parte do seu dia, comece a sair de casa 30 minutos antes e nunca mais se preocupe com trânsito, atraso e afins.

Eu particularmente, ao final de cada ano sempre planejo meu ano seguinte com alguma rotina que eu quero criar na minha vida. Este ano foi o da leitura: 30 minutos diariamente e até o momento, li mais de 20 grandes livros e aprendi mais nos últimos 11 meses do que os 5 anos de faculdade.

Minha última dica é: evolua sempre e invista no seu networking. Bons contatos vão lhe render muito aprendizado e oportunidades de negócio.

Espero que tenham gostado desse artigo, grande abraço e muito sucesso!

Google

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.