Ferramentas da Qualidade Que Solucionam Qualquer Problema

0 1.131

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O conceito de qualidade é definido como a capacidade que um produto ou serviço tem para satisfazer plenamente as necessidades e expectativas dos clientes. 

A qualidade é composta por diversas ferramentas tais como fluxograma, brainstorming, folha de verificação, gráfico de pareto, diagrama de causa-efeito, 5W2H, diagrama de dispersão, matriz GUT, histograma e cartas de controle. Conheça um pouco sobre cada uma delas:

 

Fluxograma:

O fluxograma é uma ferramenta utilizada para representar a sequência e interação das atividades do processo por meio de símbolos gráficos. Os símbolos proporcionam uma melhor visualização do funcionamento do processo, ajudando no seu entendimento e tornando a descrição do processo mais visual e intuitiva.

   

Brainsortming:

brainstorming é uma dinâmica de grupo que é usada como uma técnica para resolver problemas específicos, para desenvolver novas ideias ou projetos, para juntar informação e para estimular o pensamento criativo.

   

Folha de verificação:

A folha de verificação é considerada a mais simples das ferramentas da qualidade. Apresenta uma maneira de se organizar e apresentar os dados em forma de um quadro, tabela ou planilha, facilitando desta forma a coleta e análise dos dados. A utilização da folha de verificação economiza tempo, eliminando o trabalho de se desenhar figuras ou escrever números repetitivos, não comprometendo a análise dos dados.

   

Gráfico de Pareto:

É uma ferramenta que ajuda a focalizar os esforços de melhoria. Ela é útil sempre que classificações gerais de problemas, erros, defeitos, feedback de clientes etc., puderem ser classificados para estudo e ações posteriores. Seu propósito não é o de identificar causas. Outras ferramentas, tais como gráficos de controle, gráficos de dispersão e experimentos planejados podem ajudar a identificar as causas.

   

Diagrama de causa e efeito:

O Diagrama de Ishikawa, também conhecido como Diagrama de Espinha de Peixe ou Diagrama de Causa e Efeito, é uma ferramenta que ajuda a levantar as causas-raízes de um problema, analisando todos os fatores que envolvem a execução do processo. Na metodologia, todo problema tem causas específicas, e essas causas devem ser analisadas e testadas, uma a uma, a fim de comprovar qual delas está realmente causando o efeito (problema) que se quer eliminar. Eliminado as causas, elimina-se o problema.

   

5W2H:

É utilizado dentro das ferramentas da gestão da qualidade como um plano de ação, por exemplo, na ferramenta do ciclo PDCA. Portanto, é uma lista onde serão respondidas perguntas específicas, a fim de definir uma atividade, solucionar um problema ou tomar decisões. Em qualquer situação, pode-se utilizar esta ferramenta.

  • O que será feito? (What)
  • Quem fará? (Who)
  • Quando será feito? (When)
  • Onde será feito? (Where)
  • Por que será feito ? (Why)
  • Como será feito? (How)
  • Quanto custará? (How much)
     

Diagrama de dispersão:

O diagrama de dispersão ou de correlação é utilizado para comprovar a relação entre uma causa e um efeito. Diz respeito de uma representação gráfica de valores simultâneos de duas variáveis relacionadas a um mesmo processo, mostrando o que acontece com uma variável quando a outra se altera, ajudando desta forma a verificar a relação entre elas.

   

Matriz GUT:

A matriz GUT é um instrumento que ajuda identificar, observar, analisar e propor soluções para os problemas da empresa, organizando-os por nível de gravidade, urgência e tendência.

   

Histograma:

Os histogramas são usados para mostrar a frequência com que algo acontece. Por exemplo, em um caso onde  fosse necessário mostrar de forma gráfica a distribuição de altura de estudantes de uma escola, uma das maneiras mais adequadas para isso seria  fazê-lo por meio de um histograma.

   

Cartas de controle:

A forma mais usual dos gráficos (ou cartas) de controle envolve registros cronológicos regulares (dia-a-dia, hora-a-hora, etc) de uma ou mais características (por exemplo, média, amplitude, proporção, etc) calculadas em amostras obtidas de medições em fases apropriadas do processo. Estes valores são dispostos, pela sua ordem, em um gráfico que possui uma linha central e dois limites, denominados “limites de controle”.

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.