Futuro Financeiro: Enriquecendo desde Jovem

0 377

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Quando começamos nossa vida profissional, seja como aprendiz, estagiário ou até mesmo como estudante, sonhando com nossos primeiros proventos, é quase involuntário pensarmos em enriquecer. E um dos maiores marcos dessa caminhada é o "primeiro milhão".

Um milhão de moedas de 1

 Não se engane amigo, existem poucos atalhos para a riqueza financeira. Ou você é muito fora da curva ou terá que ralar muito, gastar menos do que ganhar e "guardar a diferença". Se você pensar menos na "ideia de um milhão" e se concentrar mais no caminho para acumular essa quantia, a coisa pode acontecer mais rápido do que imagina.

A grande maioria das pessoas não chega lá porque simplesmente desiste logo no início. Basta pensar que se você recebesse seu primeiro salário com 18 anos e guardasse 100 reais por mês procurando investimentos conservadores, em 38 anos (aos seus 56 anos) você teria 1 milhão de reais.

Nada mal se considerar que apenas 4% da população do país tem reserva de emergência para os dias ruins, quem dera 1 milhão de reais.

Agora, se você corrigir seus aportes a cada reajuste de salário e a cada promoção e corrigir na mesma proporção, terá esse resultado em um terço do tempo e, aos 56 anos, já terá bem mais que 1 milhão.

Senso comum: onde as pessoas ficam pobres

 Sabe como jamais ser um milionário? Seguindo o senso comum. Financie um carro, um apartamento, uma super festa de casamento. Em resumo, viva para pagar juros. É isso que as pessoas fazem e é por isso que não enriquecem.

Ah, mas aquele seu amigo mora em uma casa bacana, dirige um carrão. Porém, a pergunta é: quanto ele tem em grana? Qual é seu patrimônio líquido? Se ele parar de trabalhar amanhã, o que acontece com o "carrão" e a casa bacanuda?

As pessoas vivem de aparência, são viciadas em status como forma de reconhecimento social e, por conta disso, são pobres financeiramente. Vivem em um turbilhão de contas que drenam toda sua capacidade de gerar renda.

Os juros compostos fazem mágica, mas somente para quem está do lado que empresta o dinheiro. Para quem paga os juros a única mágica que existe é a de "desaparecer dinheiro". Sair do senso comum e postergar grandes gastos, significa deixar o dinheiro trabalhando para você por mais tempo. E, quanto mais tempo, mais os juros vão enriquecer você.

Na prática juros a seu favor e contra você

A seu favor

 Veja a tabela

IDADE INICIAL IDADE ALVO PARCELA RESULTADO
20 ANOS 50 ANOS R$ 1000,00 R$ 3.494.964,00
30 ANOS 50 ANOS R$ 1000,00 R$ 989.255,00
40 ANOS 50 ANOS R$ 1000,00 R$ 230.038,00

Percebeu como o tempo é um enorme aliado da tal "mágica dos juros compostos"? Como "apenas 10 anos" podem fazer toda a diferença para quem quer ter uma boa reserva aos 50 anos? 2,5 milhões de reais de diferença, considerando juros de 1% ao mês.

Juros contra você

Veja o próximo exemplo

APLICAÇÃO PRAZO RESULTADO
R$ 50mil 10 anos R$ 165.019,00
R$ 50mil 20 anos R$ 544.627,00
R$ 50mil 30 anos R$ 1.767.482,00

Não é fantástico? Como deixar um "pouco" de dinheiro "parado" em uma boa aplicação pode ter um resultado incrível se você tiver paciência? Agora veja o que acontece do outro lado:

DÍVIDA PRAZO RESULTADO
R$ 10mil 3 anos R$ 309.126,00
R$ 10mil 5 anos R$ 3.044.816,00

*juros 10% a.m. cheque especial

 Agora entendeu porque os bancos ganham tanto dinheiro? Se os juros podem ser incríveis por um lado, eles são avassaladores de outro. Notou que em apenas 5 anos um dívida de R$ 10mil supera em quase duas vezes o que uma aplicação cinco vezes maior levaria para render em 30?

Com juros não se brinca. É preciso muita disciplina para enriquecer e fazer seu dinheiro trabalhar para você. Basta um "pequeno desvio", como 10 anos a menos de investimentos, para ter 2,5 milhões a menos no final, ou apenas uma "escorregada" para o cheque especial destruir sua vida financeira.

O que fazer?

 Comece hoje! Se você já tem rendimentos que derivam do seu trabalho, aprenda a viver com menos do que ganha e comece a investir a diferença. Não é para "quando sobrar" (porque isso nunca vai acontecer) e nem para "pensar nisso quando for mais velho". Nada disso! Seu futuro financeiro começa a ser construído hoje.

1 - Gaste menos do que suas receitas

2 - Invista a diferença

3 - Mantenha a disciplina

4 - Todo ano ajuste seus investimentos de acordo com a inflação

5 - Evite a tentação do consumo e… mantenha a disciplina

O começo será doloroso. Mas te garanto; o resultado virá mais rápido do que imagina. E quando isso acontecer, vai estar melhor do que 100% dos apressadinhos que, lá no começo, mexeram com sua autoestima.

Para finalizar, deixo aqui uma frase incrível de um desses raríssimos caras que continuaram onde a maioria para:

"A persistência é amiga da conquista. Se você quer chegar aonde a maioria não chega, faça o que a maioria não faz." - Bill Gates

É isso, jovem amigo. O resultado é consequência direta de seu esforço, quanto maior o esforço, melhor o resultado. Vida plena e próspera! Nos vemos semana que vem.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.