Um Degrau de Cada Vez

Google

Ah, os jovens... Tão apressados, não é verdade? E a sociedade também não colabora muito. Se não entrou na faculdade aos dezoito, falhou; se não fala ao menos duas línguas, falhou; se ainda não se encontrou profissionalmente aos vinte, falhou... Essa é a tal da "crise dos vinte e poucos", e a cada dia que passa, o fardo da frustração com a conquista da vida perfeita torna-se ainda mais evidente e pesado.

A maioria das pessoas já passou por esse problema. No entanto, nem sempre elas conseguem sair dele, o que pode ser prejudicial tanto para o psicológico - que quase sempre é o mais afetado - quanto para a parte física. É difícil reconhecer o problema, porém é ainda mais complicado entender que há uma saída e que nada nessa vida acontece por acaso.

A grande dificuldade que nós, seres humanos, temos é a de buscar a positividade até mesmo nas coisas "ruins" que acontecem conosco. Um erro pode ser fatal quando não é bem administrado. Mas será que cometer um deslize é o fim do mundo? Sabe-se bem que nem tudo sai como o planejado: programamos, preparamos, organizamos, fazemos tudo certinho, e no momento de acontecer, simplesmente não acontece. E é exatamente nisso que se encontra o x da questão. Na maior parte das vezes desistimos.

Diz-se "não era para ter errado" em vez de perguntar-se "onde foi que errei?". Parece uma reflexão simples, e realmente o é. Na primeira, ignoramos tudo o que aprendemos e conquistamos no caminho, além de deixar de lado o crescimento que foi adquirido; na segunda, reconhecemos o erro, e mesmo assim buscamos compreender o que nos levou a isso e o que fazer para não errar novamente.

Tudo em nossa vida é consequência de atos que nós mesmos praticamos. É como costumam dizer alguns amigos: "não adianta querer colher cenoura se você plantou batata". Por isso, não se desespere e nem caia no erro de pensar que tudo está perdido. Pare por um instante, reflita se suas atitudes estão te levando para um bom caminho e tente ser quem você é. Nem sempre o objetivo é o mais importante, e sim o caminho trilhado até ele: as conquistas, os fracassos, as vitórias, frustrações, o amadurecimento, enfim, tudo o que faz parte da sua trajetória. E lembre-se: tudo na vida tem seu tempo, por isso, um degrau de cada vez sempre.

Google

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.