Você Conhece Suas próprias Limitações?

0 287

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Afinal, o que te limita?

Sem dúvida o que mais impede o crescimento de uma pessoa são as limitações que ela mesma se impõe. Quem nunca se achou incapaz diante de um desafio? Ou teve medo de fracassar? Ou, ainda, ficou justificando as suas condições para não realizar alguma coisa na vida?

Acredito que todo mundo em algum momento da vida já se sentiu assim... E eu te entendo! Eu já me senti assim e vou te contar uma coisa: não evoluí e nem cresci absolutamente nada pensando dessa forma.

Um aspecto muito importante na vida de qualquer pessoa, seja você um estudante ou empreendedor, jovem ou adulto, rico ou pobre, brasileiro ou americano, é o seu sistema de crença. As crenças são as verdades que uma pessoa acredita, é tudo aquilo que uma pessoa guarda como verdade absoluta sobre algo específico.

Essas "verdades" influenciam o seu comportamento. As suas crenças podem te limitar ou te libertar. Quando uma pessoa acredita que pode e é capaz, até mesmo diante das dificuldades, ela encontrará um meio de conseguir o que quer. Por outro lado, se ela mesma desacreditar da sua capacidade, mesmo tendo todas as condições favoráveis para alcançar o seu objetivo, ela não irá progredir.

Nem tudo é fácil ao se realizar sonhos, fazer uma empresa de sucesso, evoluir profissionalmente, etc. Mas quem disse que é impossível? Você? Suas condições? O sistema? Esqueça tudo isso e vou te dar algumas razões para isso:

1- Meu pai é analfabeto, teve uma infância muito pobre, passou muita fome durante a infância, mas apesar de tudo isso, conseguiu ser dono do seu próprio negócio, aprendeu uma profissão e tem uma condição de vida relativamente boa;

2- Tenho um amigo inteligentíssimo, fala inglês fluentemente, tem várias competências técnicas supervalorizadas no mercado de trabalho e atualmente está tendo sua capacidade subestimada e sobrevivendo a uma condição profissional medíocre, simplesmente por não acreditar no potencial que tem;

3- Tem também aquele menino que viveu até o início da sua vida adulta na favela, viu muitos amigos morrerem por terem se envolvido no submundo do crime, mas que acreditou que seu futuro podia ser diferente e hoje de fato tem: conseguiu se formar, abriu uma empresa e leva uma vida honesta;

4- Tem um conhecido que mora a uma distância de aproximadamente 20 ou 30 km da faculdade e abandonou o curso porque acreditou que todo aquele esforço era cansativo e desnecessário, quando na mesma faculdade existem muitas outras pessoas gastando cerca de 4 horas de deslocamento por dia, indo no ônibus da prefeitura para poder ter um curso superior, e mesmo diante de todo esse "desgaste" acreditaram que vale a pena e foram até o fim.

Bom, o que eu quis trazer com esses exemplos? Será mesmo que as "condições" determinam a vida de uma pessoa ou o modelo de crença que essa pessoa tem?

Agora anote aí algumas dicas importantes sobre o que você não deve fazer para se limitar:

1- Pensar que é inferior as outras pessoas

Ao comparar sua vida com a de outra pessoa que você considera estar numa condição superior a sua, inspire-se nessa pessoa para ir mais longe, lembrando que cada pessoa tem o seu ritmo. Busque fazer sempre o seu melhor.

2- Vitimizar-se

Quando você se considera vítima dos acontecimentos, tudo fica mais difíci. "Eu faço o que der para fazer porque meu chefe não valoriza meu trabalho, então não vejo razão de entregar mais do que é solicitado". Considerando que isso seja verdade, você já procurou outras possibilidades para não continuar sendo um profissional medíocre? "Eu chego atrasado todos os dias porque sempre enfrento um trânsito complicado". Você já pensou em mudar o percurso ou sair mais cedo para evitar esses atrasos?

Quem se coloca na condição de vítima nunca assume a responsabilidade dos seus atos, sempre busca uma causa para justificar seu comportamento e tudo isso atrasa muito a vida de qualquer pessoa.

3- Procrastinar

Você tem a oportunidade de fazer tal coisa hoje, mas para, pensa por 5 minutinhos e resolve deixar o que precisa ser feito para depois. Em seguida acaba dizendo aquelas frases conhecidas: "amanhã eu faço" ou "segunda eu começo".

Resta saber quando esse amanhã vai chegar e em qual segunda você realmente vai começar: a próxima segunda, a do mês seguinte ou a do ano que vem? O tempo passa como um trem bala!

4- Ser resistente as mudanças

O mundo muda constantemente e isso exige de nós uma certa flexibilidade. Diante do avanço tecnológico e novas demandas do mercado, a única certeza que temos é a da mudança.

5- Viver no passado

Enquanto olha para trás, você não vive o hoje e tampouco constrói o amanhã. Se o seu passado foi de glória, maravilha! Mas já passou! Se foi de derrotas, tente absorver o aprendizado e siga em frente

6- Desconhecer seus medos

Todo mundo tem medo de alguma(s) coisa(s) e não tem nada de errado nisso. Agora pense um pouco: quantas coisas você deixou de fazer por medo? Do que você tem tanto medo?

7- Ser o sabe tudo

Ninguém nunca sabe de tudo e nem saberá, isso é humanamente impossível. O homem é um ser em constante evolução, logo sempre terá algo que precisa aprender. Por isso, estude, leia, descubra, explore novos caminhos e faça novas conexões.

Lembre-se: Se você ficar nessa de "eu podia ter feito isso" ou "podia ter feito aquilo" nunca sairá do lugar. Algo pode te limitar e esse algo pode ser você mesmo! Por isso fique esperto. Palavras não vão te tirar do lugar, mas suas ações irão!

Até o próximo post! 🙂

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.