Você Inspira Ou Impõe Admiração E Respeito?

0 126

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Você já parou para pensar por que reproduzimos os comportamentos que mais desaprovamos dos nossos pais, amigos, colegas de trabalho? Por que arquivamos contínua e prolongadamente esses estímulos? Por que não aprendemos a desenvolver um filtro psíquico ao invés de construirmos inúmeras memórias doentias na nossa personalidade?

A maneira como enfrentamos dificuldades, suportamos perdas, lidamos com contrariedades e reagimos a vida é percebida pelas pessoas que nos rodeiam, principalmente, pelas crianças e adolescentes. As pessoas nos respeitam muito mais pela imagem que construímos diante delas do que pelas palavras que são ditas para elas. A imagem mental determina o grau de admiração, que por sua vez, determina o impacto dos nossos atos sobre essas pessoas.

Um profissional com excelente imagem poderá falar baixo com seu empregado, mas impactar de forma grandiosa e ser ouvido. Já um líder com uma imagem ruim, que não é admirado, poderá gritar, mas o impacto será pequeno e sua atitude poderá gerar uma invasão de privacidade capaz de inquietar, incomodar e não influenciar o liderado.

Amor, admiração e respeito são construídos de forma espontânea, sem pressão. Pedir/suplicar amor e admiração são técnicas humilhantes que só funcionam por 5 minutos.

A maioria das nossas tentativas de corrigir ou educar o outro, muitas vezes geram aversão ou invasão de privacidade e não o amadurecimento ou progresso nessa relação, devido a postura adotada. Nossas atitudes podem piorar nossa imagem na mente do outro quando não pensamos no impacto que elas podem gerar para o outro. Querer impor respeito com pressão, sermões, advertências e cansativos conselhos, apenas contribui na construção de uma imagem ruim e incapaz de despertar admiração de alguém.

Portanto, se você, caro leitor, quer se tornar uma pessoa encantadora, que inspira admiração e respeito, reflita ativamente sobre suas atitudes e o impacto que elas estão gerando nas pessoas com quem convive. Desenvolva tranquilidade, segurança, tolerância, empatia, amabilidade para com as pessoas e consigo mesmo, principalmente nas situações conflituosas.

"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana." (Carl Jung)

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.